Sala de Cirurgia

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Sala de Cirurgia

Mensagem por Helena Braddock Grinfild em Sab Set 14, 2013 8:43 am


Sala de Cirurgia


rpghogwartsschool.com
Helena Braddock Grinfild
avatar

Posts : 1534
Idade : 34
Localização : Hogwarts

Ficha Magica
Ano Escolar: Concluido
Nível do Personagem: Merlin da nova era Merlin da nova era
Casa: Grifinória

http://www.rpghogwartsschool.com
Administradores
Administradores

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sala de Cirurgia

Mensagem por Samuel Heloi Rousseal em Ter Set 15, 2015 4:51 pm



working hard again?!
E mais um dia de plantão no Mungus para mim. No momento, muitos funcionários ainda estavam por lá, mas creio que no período da noite ficaria apenas eu, as recepcionistas e algum outro funcionário. Suspirei pesado, pensando em como a noite seria longa hoje, mas logo sou interrompido por uma secretária, dizendo-me que tinha um paciente à minha espera na sala de cirurgia do primeiro andar. Não hesitei em começar minha caminhada rumo ao local, do modo mais apressado que pude. Adentrei a sala de cirurgia, e notei um jovem garoto parado de pé, com uma coruja nos braços. Andei até ambos, e me perguntei mentalmente o que a coruja tinha, já que de longe não dava pra detectar nenhum sinal. Fiquei parado ao lado dele, porém ele ainda não notara minha presença. Toquei levemente seu ombro e vi o mesmo pular pra trás com o susto, e em seguida suspirar de alívio. — Prazer, sou o enfermeiro Samuel Rousseal. — Após me apresentar, ainda que não precisasse, estendi a mão ao menino, que a apertou com sua mão meio trêmula. — O que houve com sua coruja? — Perguntei com certa curiosidade, e até com um um tom preocupado. Ele relatou que ela estava com a asa quebrada, e que costumava ser desastrada quando voava. Contraí os lábios para não rir, e balancei a cabeça em sentido afirmativo.

— Ok, vou consertar isso num instante. Traga ela aqui, por favor. — Pedi gentilmente ao menino, e andamos até uma das macas. A coruja foi deitada na mesma, e eu saquei a varinha do bolso do jaleco. Com essa ação, a coruja começou a piar sem parar, seria medo? Não sei, não sou adivinho, mas eu estava ali pra cuidar dela. — Calma, eu não vou machucá-la! — Disse lançando um sorriso pequeno, apontando em seguida a varinha para a asa dela. — Relidor! — Após utilizar aquele feitiço, os pios diminuíram consideravelmente, então ela piava de dor. — Ilcorporis Asa! — Proferi totalmente seguro do que fazia, me certificando de que tinha uma fratura ali, encarei o garoto e suspirei. — Qual o nome dela? — Ele respondeu que ela se chamava Kendra. Que nome mais... estranho. Dei de ombros, e voltei minha atenção à coruja. — Brackium Remendo! — Ordenei, ouvindo alguns estalos, vindos dos ossos da coruja. — Reparo Ossius! — Terminei por fim, e então a coruja silenciou-se. Tudo ia ficar bem, mas ela precisaria de repouso, ela tinha quebrado um osso e isso era mais sério do que parecia. — Ela deve ficar algum tempo aqui, em observação. — Informei ao garoto, que apesar disso, sussurrou um obrigado. — Não há de quê, rapaz. — Disse com um belo sorriso no rosto. Adorava meu trabalho, apesar de ele ser estressante algumas vezes, mas fazer o quê? É assim mesmo, faz parte.

Guardei a varinha no bolso do jaleco, e arrumei meus cabelos. — Então, quer me acompanhar? — Falei ao garoto, colocando sua coruja nos braços, tomando todo o cuidado necessário. Iria levá-los para um lugar onde pudessem aproveitar a companhia um do outro, antes de a coruja tomar uma poção pra ajudar na recuperação dela. Depois, cuidaríamos da alimentação e tudo o mais, pra que ela ficasse bem logo logo. Pisquei para o garoto, que me acompanhou até a saída da sala de cirurgia, saindo dali juntamente de Kendra e do menino.

Obs.: atemporal;




Samuel Heloi Rousseal
Samuel Heloi Rousseal
avatar

Posts : 330
Idade : 20
Localização : Londres/Veneza

Ficha Magica
Ano Escolar: Formado
Nível do Personagem:
Casa: Lufa-Lufa

Adultos
Adultos

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sala de Cirurgia

Mensagem por Samuel Heloi Rousseal em Qua Out 28, 2015 9:45 pm



another hard day
Tinha a sensação de que aquele dia nunca iria terminar, não sei se eu era o único a achar isso, porém o tempo passava muito devagar. Ainda eram quatro e pouca da tarde, e hoje eu ficaria de plantão o dia todo. Voltaria para casa lá pela meia noite e meia, e seis horas já teria que estar de pé, para vir trabalhar novamente. Não era à toa que minhas olheiras tinham ficado bem mais visíveis, por conta dessa rotina puxada. Nunca pensei que ajudar as pessoas no quesito saúde de fosse ser tão cansativo. Eu queria minha esposa, queria minha casa, mas no momento não podia ter nenhuma das duas opções. Levei o copo de café que segurava na mão à boca, e bebi três goles rapidamente, e logo após rumei para a sala da diretoria, torcendo para que não tivesse nada para agora, porém se tivesse, eu iria realizar o atendimento sem pestanejar, porque apesar de estar muito cansado e mal ter dormido ultimamente, ainda gosto muito do meu trabalho. Porém, enquanto tomava o caminho da sala que agora era ocupada por mim, a passos vagarosos, eis que esbarro acidentalmente numa funcionária dali do hospital. — Me desculpe! — Tratei de imediatamente me desculpar com a mesma pelo desastroso ocorrido, por pouco não derramei meu café. — Quer me dizer alguma coisa? — Perguntei com uma cara desconfiada, quando a ouvi dizer que uma paciente em estado grave me aguardava na sala de cirurgia. Arregalei os olhos, e procurei o lixo mais próximo, e assim, me livrei do copo de café. Enquanto corria para o segundo andar, onde estava a paciente. Corri apressado, e logo cheguei ao andar correto, parando de correr porém andando a passos bem rápidos.

Fechei alguns botões abertos do costumeiro jaleco branco, e de prontidão saquei minha varinha, sabia que precisaria dela, e então, empurrei a porta com certa força, e a fechei. Corri para a única maca presente na sala de cirurgia, e me deparei com uma mulher extremamente pálida, com a blusa encharcada de sangue. — O que aconteceu com você, moça? — Perguntei, enquanto pegava algumas ataduras e frascos com poções de diversos tipos, ouvi ela falar com a voz meio embargada que havia sido atacada por um animal, mais precisamente um lobo. Engoli em seco, pensando se era realmente um lobo ou se por acaso se tratava de um lobisomem. Não pensei duas vezes, e com um puxão preciso, rasguei parte da blusa da mesma, observando melhor a região afetada. Havia muitos cortes, talvez provocados pelas garras afiadas que os seres luminoso costumam ter. A mulher chorava bastante, e se contorcia toda na maca, o que dificultava em muito o meu trabalho. Sinceramente, eu temia que acabasse lançando um feitiço no lugar errado, e que com isso tudo piorasse. — Senhora por favor, tente se controlar! Assim não consigo mirar com precisão para resolver logo o seu problema. — Alertei a mesma, mas percebendo que a dor deveria estar mesmo insuportável, tive que partir para o plano B: resolver logo os machucados dela. Por que eu não a anestesiei? Porque ela podia estar sentindo dor ou ter alguma coisa interna, invisível aos meus olhos. Apontei a varinha para os cortes e arranhões que ainda sangravam. — Estanque Sangria! Estanque Sangria! — Já tinha estancado o sangue, ótimo, pois dessa forma ela não perderia mais sangue. — Asclépio! Asclépio! Asclépio! — Murmurava rapidamente, para que os cortes fossem cicatrizados.

Ouvi ela choramingar e reclamar de dor na perna. Olhei para a perna dela, e estranhei, okay, ela estava suja de sangue, porém não tinha cortes ou algo do tipo, apenas pequenos arranhões, sendo que não fazia sentido ela chorar por arranhões tão pequenos quanto aqueles. Mas... Será que ela quebrara a perna? — Não estou vendo nada aqui. Você quebrou a perna? — Perguntei rapidamente, prestes a fazer uma espécie de raio-x, mas então ela balançou a cabeça positivamente. — Anecstesi! — Mirei a varinha para sua perna, e coloquei uma anestesia básica, com o intuito da dor que ela sentia dar uma trégua e assim eu poder trabalhar devidamente nos conformes. — Brackium Remendo! — Disparei o feitiço, logo me preparando para executar um outro. — Reparo Ossius! — Feito isso, eu tinha quase certeza de que o osso já fora reparado, mas como na minha área um erro é fatal, era melhor verificar. — Ilcorporius Perna! —  Fizera tudo com bastante rapidez, mas não errei em nada, graças à Merlim. Soltei a varinha, colocando-a em um dos bolsos do castelo, e peguei um dos frascos com poção repositora de sangue. Derramei seu conteúdo em um copinho plástico bem pequeno, e entreguei para a mulher. — Tome, vai ajudar você a repor seu sangue mais rápido. — Falei com um sorriso no rosto. Ela perguntou se o gosto era bom ou ruim, o que me fez rir.

Parecia uma criança. — O gosto não é tão ruim, só um pouco amargo. Mas olha, você passou por tanta coisa, vai desistir de tomar um remédio que vai ajudá-la a se recuperar? — Questionei-a com certo humor, arqueando as sobrancelhas. Ela deu risada e tomou o remédio de uma só vez, e fez uma careta muito engraçada. — Sou Samuel Rousseal, e você? — Me apresentei, e ela respondeu em seguida, dizendo que se chamava Giulia Matarazzo. — Nome bonito o seu. — Comentei, mordiscando levemente os lábios ao ouvir ela agradecer o simples elogio. Esbocei um sorriso no canto da boca, e ajeitei o jaleco. — Certo senhorita Matarazzo. Bem, chamarei uma enfermeira para cuidar de você, qualquer coisa, peça para ela me chamar, okay? — Vi ela balançar a cabeça, e agradecer por eu tê-la salvado. — Não há de quê. — Disse meio sem jeito, colocando uma das mãos no bolso, e com a outra acenando pra ela. Para a minha surpresa, uma enfermeira acabara de entrar na sala, e disse que a levaria para um dos quartos de repouso. Assenti, e assim, saí dali.




Samuel Heloi Rousseal
Samuel Heloi Rousseal
avatar

Posts : 330
Idade : 20
Localização : Londres/Veneza

Ficha Magica
Ano Escolar: Formado
Nível do Personagem:
Casa: Lufa-Lufa

Adultos
Adultos

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sala de Cirurgia

Mensagem por Conteúdo patrocinado

Conteúdo patrocinado



Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum