Sala da Diretora

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Sala da Diretora

Mensagem por Josephine Löhn.-Ostëngard em Qui Fev 16, 2017 7:17 pm


Sala da Diretora - Ravenna Duchannes Beauchamp

A sala da diretora de Beauxbatons carrega um encantamento semelhante a sala de humor, mas neste caso a sala só corresponde ao humor da diretora. Há uma janela que vai do chão ao teto que toma toda a parede leste dando uma ampla visão ao jardim da Academia. Na parede norte da sala há um mural com o quadro de todos os diretores de Beauxbatons, a mesa dela fica também no norte da sala e é feita de Mogno. No sul da sala há duas poltronas posicionadas cada uma ao lado de um sofá de couro negro, também há uma mesa de centro onde se encontra um conjunto de xícaras e um bule para servir chá ou qualquer outra bebida. No centro há um lustre de cristais que refletem a luz do sol criando por magia um arco-íris. Na parede oste um pouco perto da porta há duas espadas cruzadas com a Insígnia de Beauxbatons em ambas. Dispostos em todos os cantos estão mesinhas com várias flores postas em vasos ornamentados pelos próprios alunos da Academia. Em todas as paredes há obras de arte de pintores franceses famosos. No chão da sala há um tapete majestoso em um tom pastel.

Obs.: Para poder adentrar a sala e postar, você deve postar dizendo uma senha para a porta e bater duas vezes antes de entrar. Se não fizer isso seu post sera desconsiderado e excluído. A senha é: "Licornes"

rpghogwartsschool.com


Josephine Magdalena Reinhardt Löhnhoff-Ostëngard
"Good girls go to heaven, but bad girls go where they want."
Josephine Löhn.-Ostëngard
avatar

Posts : 909
Idade : 16
Localização : Nos Seus Pensamentos;

Ficha Magica
Ano Escolar: 6º Ano
Nível do Personagem:
Casa: Sonserina

Monitor da sonserina
Monitor da sonserina

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sala da Diretora

Mensagem por Helga Hufflepuff em Qui Mar 02, 2017 8:59 pm

Em busca do Vira-Tempo.
Um vira tempo especial, incomun e perigoso desaparece, o encontre antes que seja tarde.

Alguns ingredientes foram roubados dos estoque do castelo, assim como algumas poções e um objeto, um vira tempo raro que estava guardado em uma redoma na primeira prateleira da sala da diretoria. Os ingredientes e a poção sumida, juntos ao vira tempo da a quem possui o objeto o poder de regressar mais que alguns minutos no passado. Os riscos são a quebra da linha do espaço tempo, resultando em mais que simples alterações no futuro.

O objetivo da sua missão é seguir as pistas e evidencias deixadas e descobrir quem está por trás do roubo assim impedindo que algo ruim possa acontecer. Um dica, ao sair daqui vá para a sala de poções onde requisitos do roubo ficaram para trás, mas cuidado com os obstaculos encontrados no caminho, fique atento a tudo e não seja vista por ninguém.

Agora é com você! Boa sorte!



Credits by Val


HELGA HUFFLEPUFF
Hogwarts ❖ Fundadora ❖ A meiga Hufflepuff das planicies  
Helga Hufflepuff
avatar

Posts : 12

Avaliadores
Avaliadores

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sala da Diretora

Mensagem por Convidado em Qui Mar 02, 2017 10:52 pm

CLAIRE HOLMES, et le time-turner perdu
Para a curiosa Claire, a dança era a expressão mais bela e encantadora da vida. A jovem druída movia seus delicados braços e pernas em uma sincronia harmoniosa e tão graciosa quanto a mais leve das penas caindo sobre o chão, enquanto uma bela canção escocesa fluía do ar, graças a um feitiço que Clarissa conjurara. Seus pés pareciam mal tocar o chão, o mundo ao seu redor parecia ter sumido e ela só conseguia imaginar as notas musicais embebendo seus ouvidos e transformando seu corpo na mais perfeita marionete. Os giros e saltos eram realizados com maestria e com perfeição, ela parecia ter nascido para realizar aquela dança. Era o ballet a dança que Claire reproduzia no palco do La Belle, ballet com algo tão antigo quanto as paredes daquela academia, algo trazido consigo das Highlands. Uma pedra iluminada brilhava sobre os dedos delicados da francesa e deixavam o ambiente com uma luz esotérica e elegante, como a dança que a francesa exibia com cadência e emoção. Alheia ao que se passava ao redor de sua bolha musical, Claire mal notara a movimentação que ocorria do lado de fora de seu mundo artístico, a correria de professores e funcionários rumo a sala da diretora, um objeto raro fora roubado. E teriam que achar um culpado.

Ao final da dança, os acordes finais fizeram Claire despertar de seu torpor, ainda calçada com suas sapatilhas, ela finalmente tomou nota do tumulto que ocorria no castelo. Tomada pela curiosidade de qualquer aluno da Sage, Claire apanhou sua varinha e foi em direção a multidão que se formava pelos corredores da academia. Reconhecendo seus amigos, ela juntou-se a eles e juntos, com esperteza e algumas cotoveladas, conseguiram chegar a frente da multidão de alunos que se formavam. A diretora Ravenna, juntamente com a vice Behati, murmuravam ordens para os funcionários e professores, que pareciam atordoados. Era nítida a impaciência da diretora, Claire não pensou muito no que iria fazer em seguida, mas ela era uma jovem impulsiva e quando viu já estava falando mais alto do que a multidão.

O que a senhora precisa é de um aluno esperto o suficiente para achar um culpado e não um bando de docentes e funcionários perdidos que mal sabem por onde começar. – a francesa não mediu as consequências, logo o peso dos olhares caíram sobre a druída e ela corou pela atenção exacerbada que atraíra para si mesma. A diretora fulminou Claire com o olhar, sua expressão era de reflexão e com um suspiro cansado, a diretora Ravenna mandou Claire se aproximar, sob os murmúrios dos colegas de academia, a garota caminhou em direção a mulher e mordeu o lábio ínfero nervosamente.

Um objeto raro foi roubado, um vira-tempo, parece não ser nada demais, não é minha querida? – Ravenna iniciou o diálogo e foi caminhando com Claire em direção a sua sala, a jovem francesa deu de ombros e assentiu, um vira-tempo não era um objeto raro, ela mesma possuía um e usava para assistir a todas as aulas que podia. — Mas acontece que uma poção muito poderosa e alguns ingredientes proibidos, foram roubados também. – a diretora prosseguiu sentando-se em sua cadeira e a Lefevbre a olhou com mais atenção, a diretora exibia um semblante cansado, parecia estar sobre grande pressão e Claire sentiu compaixão pela mulher. — A união desses ingredientes com a poção e somadas ao vira tempo, dá ao portador de tal objeto mágico o poder de regressar mais do que os vira-tempos habituais. É uma união arriscada que pode levar a ruptura da linha do espaço tempo e causar mais do que uma simples alteração no nosso futuro presente. – a diretora finalizou sua fala e Claire engoliu em seco. Parecia ser mais do que um simples trabalho para uma aluna quintanista e ela sentiu-se envergonhada por ter desafiado a autoridade da diretora. — Por isso precisamos desesperadamente encontrar este voleur, é o nosso futuro que esta em jogo. Você entende agora mon cher? – a diretora murmurou olhando Claire nos olhos, aquele profundo olhar de uma acadêmica desesperada fez Claire mais uma vez agir por impulso. Ela não conseguia evitar, era altruísta demais para ver seus semelhantes desesperados.

E se eu achar ce voleur e os roubos deste meliante? A senhora me daria a permissão de ir caça-lo? – o brilho no olhar de Clarissa era evidente, uma aventura cheia de mistérios para serem desvendados como nos livros do detetive trouxa, Sherlock Holmes. — Com todo o respeito aos meus outros colegas das outras casas, mas um aluno da Sage é o melhor que a senhora vai encontrar para esta tarefa e eu me voluntario para tal missão, prometendo e honrando não decepcionar a senhora e nem a minha casa e meus antepassados. – a jovem inflou o peito com orgulho e um sorriso fraco escapou dos lábios da diretora.

Jovem Feullière. Você me lembra muito uma pessoa que conheci no passado. – o semblante da mulher tornou-se triste, mas ela não permitiu que as lágrimas inundassem seus olhos. — Que assim seja! Você irá ao encalço desde infame e irá me trazer de volta o que ele roubou. – a diretora levantou-se e colocou a mão no ombro de Claire. — Boa sorte Clarissa. – e com isso saiu da sala, deixando Claire começando a fazer sua mente jovem e brilhante trabalhar.

⌚⌚⌚⌚

Mas como achar alguém suspeito em um palácio gigantesco? Essa foi uma das primeiras perguntas que Claire se fez. Ela fechou os olhos e inspirou e expirou lentamente, como sempre fazia quando precisava pensar, sua mente divagava por entre os inúmeros livros de mistério que lia durante as férias e ela procurava aquele pontapé inicial para poder começar sua busca, que era literalmente uma corrida contra o tempo.

Ao abrir os olhos, o que ela mais queria apareceu bem em sua frente. Um pedaço de pergaminho meio escondido por um vaso de plantas, jogado de forma displicente, mas que passou despercebido pelos olhares dos adultos. Com uma grandiosa excitação e expectativa, Claire pegou o pedaço de papel e suspirou irritada ao notar que estava em branco. Sua mente ficou confusa por algum tempo, por que alguém iria descartar de forma displicente um pergaminho em branco? Foi aí que sua mente deu um estalo e ela prendeu a respiração diante de sua primeira pista. Pegando a varinha que estava cuidadosamente sob suas vestes a mesma colocou a ponta da varinha sobre o pedaço de pergaminho e suspirou. – Revele Seus Segredos. – ela conjurou um feitiço e logo letras começaram a deslizar pelo pergaminho, formando frases, textos e logo ao final, instruções para o preparo de uma poção. Ela olhou minuciosamente os ingredientes e viu que só havia alguns poucos ali que conseguia distinguir, o que a levou a pensar que o ladrão não devia ser do quinto ano para baixo.

Claire vasculhou mais a sala da diretora em busca de mais provas e para sua alegria achou algo peculiar, uma pegada de cor verde musgo levava a uma parede. Ela franziu o cenho confusa e passou a mão pela parede e sentiu que ela era mais quente que as demais paredes, com um sorriso nos lábios, Claire ergueu sua varinha e conjurou. – Alohomora. – com um clique uma tranca foi destrancada e o que se parecia uma parede, se revelou uma porta e mais para dentro uma escadaria iluminada por tochas de madeira, embebidas com algo que cheirava a querosene, ardiam sob um fogo cálido e a escadaria, curiosamente só levava diretamente para baixo. Mas a pergunta que começou a rondar a mente de Clarissa era... Onde essa escadaria iria dar? Sem ao menos pensar duas vezes, ela adentrou o espaço e a porta se fechou atrás dela, as tochas se apagaram instantaneamente e um frio absurdo tomou conta do lugar. – Lumus. – ela conjurou e uma luz prateada surgiu na ponta de sua varinha, iluminando o caminho a frente. Por sua cabeça passou que ela deveria voltar. Aquilo era aventura para um aluno da Noble e não para uma delicada aluna da Sage, mas sua perseverança não permitiu que Claire voltasse atrás em sua decisão e tomada por uma coragem recém-adquirida, a jovem começou a descer as escadas em direção a um lugar até então, desconhecido.

Fim da I parte.
Convidado



Convidado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sala da Diretora

Mensagem por Behati Chamberlain McCain em Dom Out 08, 2017 1:19 am

✘ i don't like your
kingdom keyes
Desde que se tornou diretora, sofreu seu acidente que a deixou estéril, ficou mais cautelosa que nunca. Tendo um marido recém nomeado ministro da magia, deixava-a mais preocupada. Seu Oli teria de dividir todo o tempo que tinha, entre ela e a França, e dividir o marido para ela, era inaceitável, porém ela não tinha opções, ele já tinha aceitado o cargo, fato que ela era excepcionalmente contra, mordendo o próprio lábio, tentando conter todo o nervoso. Começou a preencher documentos. O que era bom que distrai do marido, e respirou receosa, preenchendo o último papel, vendo os cabelos vermelhos, quando ouviu uma batida em sua porta, permitindo a entrada

O que houve? — Uma garota que apresentou-se como Claire, e uma ruiva entraram, discutindo, tentando contar a mulher, o que acontecera, a irritando. Seus cabelos e a sala tornou-se da cor representativa da raiva. — Uma de cada vez, e eu não quero mais discussão. — Com sua autoridade, encerrou aquela briga, ouvindo cada uma das versões, revirando seus olhos,
entediada após a formação de seu julgamento, o que a fez sorrir aliviada, ao terminar. — Isabelle, você está suspensa por divulgação de material impróprio de professores, e de alunas da Academia, eu poderia ter te expulsado, mas eu acredito em segundas chances, mas não acredito em terceiras. Se eu souber disso novamente, considere-se expulsa, não precisa nem vir para minha sala entendeu? — Ao ver a aluna ruiva assentir, ela logo saiu da sala, deixando apenas Claire. — Você também está suspensa, Claire, mas não por ter feito algo errado. Eu sei como o bullying é sério, Oliver, meu marido, ele sofreu disso. Então eu quero que tire essa suspensão, para cuidar de si mesma, e qualquer coisa, volte. — Determinou, dispensando a garota, antes de si mesma sair da sala, para comer algo.


SO YOUR QUEEN ALWAYS GONNA RISE

Behati Chamberlain McCain
avatar

Posts : 219
Idade : 28
Localização : Cannes, França — Academia de Magia Beauxbatons

Ficha Magica
Ano Escolar: Concluido
Nível do Personagem: Merlin da nova era Merlin da nova era
Casa: Sage

Diretora de Beauxbatons
Diretora de Beauxbatons

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sala da Diretora

Mensagem por Conteúdo patrocinado

Conteúdo patrocinado



Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum