Jardins do Palácio

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Jardins do Palácio

Mensagem por Maelynn Baek Lestrange em Qua Dez 19, 2018 5:29 am


Jardins do Palácio




Os jardins são incrivelmente extensos, repletos de plantas das mais diferentes espécies, mágicas e não-mágicas, além de muitas pontes, pequenos lagos, córregos, bancos e mesas por toda parte... Pequenos animais, como lebres e esquilos, podem ser encontrados a torto e a direito, além dos pétreis gigantes, que vez ou outra sobrevoam diferentes partes do jardim. Inúmeras trilhas sinuosas, uma vez que a ilha é cheia de colinas, levam à floresta e de volta ao palácio, basta o aluno se guiar pelas luminárias flutuantes que iluminam o caminho.

mingicodes @ rpghogwartsschool.com


WANNA BE LOVED
Maelynn Baek Lestrange
Maelynn Baek Lestrange

Idade : 23
Posts : 128

Ficha Mágica
Nível do Personagem: Merlin da nova era Merlin da nova era
Casa: 炎 Honō

Administradores
Administradores

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Jardins do Palácio

Mensagem por Hakuryu Naomi em Sex Dez 21, 2018 1:08 am

Mais uma detenção para a lista. Quem imaginaria que invadir a Biblioteca no meio da noite para assustar o amasso do bibliotecário e fazê-lo pular da janela era um crime? Bem, todo mundo imaginaria, mas Naomi não era uma das pessoas. Não acreditava em punições. Qualquer uma que recebesse era inútil. Sempre voltava a fazer as mesmas traquinagens, e com orgulho, como se suas ações suspeitas fossem motivo de admiração. Para alguns alunos, eram sim. Para outros, eram motivo de deboche. E para muitos, era motivo para sentir medo da Hakuryu. Bastava vê-la caminhar por qualquer corredor movimentado para perceber a quantidade de pessoas que desviavam do seu caminho a todo custo, fitando-a com olhares assustados. Às vezes se metia em brigas com aqueles que criticavam suas posturas, mas raramente começava-as, ainda que as histórias espalhadas dissessem sempre o contrário. Temida ou não, Naomi queria sempre ser respeitada. Uma lógica bem maquiavélica, diga-se de passagem.

A pena de Naomi, daquela vez, seria limpar uma parte dos jardins. Catar as folhas velhas, podar alguns arbustos e reposicionar luminárias de papel flutuantes que haviam sido movidas pelo vento. Poderia ser uma tarefa fácil se feitiços pudessem ser usados. A diretora foi bem específica nas regras: começar às três e acabar às cinco da tarde, sem a ajuda de ninguém e sem a varinha! O objeto até mesmo foi confiscado, e seria retornado depois que Naomi terminasse. — Fazer o quê, né? — Murmurou consigo mesma conforme seguia uma trilha pelos jardins. Tinha passado no templo de Herbologia para pegar uns instrumentos, cordialmente fornecidos pelo guarda-caças. Tinha um balde com encantamento de espaço para jogar as folhas, uma enorme tesoura de poda e um ancinho. Agora, era momento de pegar no batente. A pior parte...! Não se incomodaria com os olhares dos colegas, pelo menos. Todos já havia a visto realizando tarefas como aquelas tantas vezes que quase ninguém se surpreendia mais.

Com um suspiro cansado, ela chegou no local determinado exatamente às três horas. Com ações preguiçosas, a má vontade estampada em seu rosto, ela agarrou o ancinho. Fitou-o com um ar de deboche. — É, querido amigo, estamos juntos nessa. — Murmurou e acenou. Depois de cumprimentá-lo, arrastou-o pelo chão para formar uma pequena pilha de folhas secas. Em cinco minutos de ação, suas costas já doíam. Naomi bufou alto não uma, não duas, mas três vezes. Jurava a si mesma que quebraria o seu caro amigo, o ancinho, depois que tudo estivesse terminado, apenas para sentir-se vingada. Vez ou outra, erguia o olhar à ponte de pedra mais à frente para ter certeza que nenhum professor ou funcionário se aproximava. Se algum deles a visse trabalhando tão devagar, certamente seria notificada. Mas fazer o quê? Não era obrigada a tomar uma detenção e ficar feliz com isso. Com um bico enorme nos lábios, ergueu o ancinho para puxar uma luminária flutuante com a ponta do cabo. Depois de reposicionada, voltou ao trabalho.


WHY DO YOU COME AROUND
I got the scent of your skin lingering up on my neck, like the smoke from the air, from your fucking cigarette, that you always seem to smoke when your body's nervous. I know that you thinking that you don't deserve this. Why does it feel like we're just dancing?
Hakuryu Naomi
Hakuryu Naomi

Idade : 15
Posts : 9

Ficha Mágica
Nível do Personagem: Mago experiente Mago experiente
Casa: Honō

Hono
Hono

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Jardins do Palácio

Mensagem por Ji Yoon Hwang em Seg Dez 24, 2018 7:00 pm

Movi-me pelo local e me retirei da comunal da Hono com um livro de caracteres chineses tradicionais na mão, abaixo dele estava um livro de historia japonesa que eu estava lendo para minhas aulas. Tomei a companhia de meu amasso Isuke para ir ate os Jardins ler um pouco em silencio aproveitando do clima daquele dia — Isuke, você sabe que eu não tenho muito interesse por jogos em grupo, então, eu pretendo ficar um tempo no jardim enquanto as pessoas terminam de se divertir. Pelo menos aqui posso me concentrar, não acha? — assenti retoricamente para meu bichinho que continuou andando calmamente a meu lado. 


Quando estávamos chegando ao local, Isuke acabou saindo e foi para algum outro canto dos jardins me deixando sozinha — Traidor... — disse com leve chateação andando um pouco cabisbaixa, mal notei o que havia em meu caminho e fui de encontro ao gramado batendo com a cabeça em uma pequena pilha de folhas secas que amorteceram minha queda. Resmunguei de dor sentindo as folhas encostarem em meus lábios me causando repulsa imediata. Formei um bico tristonho enquanto me punha sentada e removia as folhas de meu corpo e cabelos ainda com uma expressão de chateação no rosto. Quando olhei para frente dei de cara com uma garota me encarando, era a tal garota baderneira de que todos da Hono falavam, a famigerada Naomi — Annyeo... Kon'nichiwa Naomi-san — curvei minha cabeça sentindo uma leve dor e tontura no processo, mas nada tão alarmante — Desculpa se te machuquei, eu não tive a intenção, espero que me perdoe pela minha falta de atenção. — pedi enquanto a observava, mas logo a minha dor me forçou a fazer caras e bocas com expressões vergonhosas onde eu tinha de semicerrar os olhos instintivamente..


— hwang ji yoon ; you are my destiny
Ji Yoon Hwang
Ji Yoon Hwang

Idade : 15
Posts : 22

Ficha Mágica
Nível do Personagem:
Casa: Honō

Hono
Hono

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Jardins do Palácio

Mensagem por Hakuryu Naomi em Qua Dez 26, 2018 3:25 am

Quando Naomi finalmente estava chegando perto de concluir a tarefa, algo bem desagradável aconteceu. Uma menina aleatória apareceu e caiu sobre uma das pilhas que juntara, o que resultou numa explosão de folhas secas. Uma boa parte do trabalho de Naomi foi instantaneamente estragado, e ela estava prestes a xingar um palavrão bem pesado. A menina que emergiu da sujeira, no entanto, era de aparência tão agradável que a Hakuryu controlou a própria raiva. Ela se desculpou de maneira muito educada, o que motivou Naomi a negar com a cabeça, ainda que a contragosto. Apertava o cabo do ancinho com tanta força que os nós dos dedos até doíam, mas com certeza não faria nada contra a menina. Descontaria sua raiva nas plantas mortas quando ela fosse embora. — Tudo bem. — Murmurou com força. Poderia soar intimidador, mas era a única forma que a menina sabia se comunicar. Durante alguns segundos, realmente cogitou expulsar a desconhecida dali e voltar ao trabalho; no entanto, estava tão entediada que adoraria perder um pouco de tempo com algo mais interessante. Checou por cima do ombro para ter certeza que nenhum professor ou funcionário aproximava-se e então retornou as atenções à menina.

Observadora como era, Naomi percebeu que ela parecia não estar se sentindo muito bem, devido a umas ações confusas. Provavelmente havia batido com a cabeça em alguma coisa na queda... A Hakuryu franziu o cenho, demonstrando apenas um pouco de preocupação, e estendeu uma mão em sua direção. — Você está bem? — Perguntou, ríspida. Sabia que se deixasse uma garota machucada por trás, com certeza arranjariam uma forma de colocar a culpa do acidente em si. Naomi era mais foco de confusões do que a causa delas, pra falar a verdade. — Não precisa ter medo, não vou te machucar. — Alertou, ainda a contragosto, mas com um pouco mais de doçura na voz. A julgar pelas feições da menina, ela era bem calma. Naomi gostava de pessoas calmas e educadas, e se batia justamente com os alunos estúpidos que a provocavam pelos corredores. Ainda a observar a menina, reconheceu seu rosto, e imaginou que talvez fossem do mesmo ano. Naomi não ligava para os colegas, e o sentimento era mútuo, por isso era um pouco difícil que soubesse seus nomes. Em geral, sabia mais os nomes dos outros baderneiros espalhados pela escola. — Nome? — Perguntou sugestivamente. Esperava responder uma resposta rápida.


WHY DO YOU COME AROUND
I got the scent of your skin lingering up on my neck, like the smoke from the air, from your fucking cigarette, that you always seem to smoke when your body's nervous. I know that you thinking that you don't deserve this. Why does it feel like we're just dancing?
Hakuryu Naomi
Hakuryu Naomi

Idade : 15
Posts : 9

Ficha Mágica
Nível do Personagem: Mago experiente Mago experiente
Casa: Honō

Hono
Hono

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Jardins do Palácio

Mensagem por Conteúdo patrocinado

Conteúdo patrocinado



Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum